Prefeitura leva ação integrada de limpeza e educação ambiental ao Tucunduba

A Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) participou nesta quarta-feira,27, de uma ação de serviços e educação ambiental voltada para os moradores do Canal do Tucunduba. A atividade foi uma iniciativa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop).

“Eu moro aqui da época que era tudo ponte de madeira, a gente andava por cima da lama, depois Deus abençoou e fizeram essa obra. Agora tá bonito, os garis vêm aqui e limpam tudinho, depois vem uma caçamba e leva o lixo. Às vezes também entra trator para limpar o canal. Tem também esses jovens de verde que passam explicando como separar o lixo, explicam que não pode jogar coisas dentro do canal, aqui em casa pelo menos a gente faz tudo certinho, depois que eles explicaram pra gente. Assim aqui fica na beira do canal fica sempre tudo bonitinho”, declarou aposentada, Esperança da Costa, 76, que mora na Avenida Tucunduba há 38 anos.

Para o autônomo Roberto da Silva, após as obras da macrodrenagem é essencial que o poder público mantenha os serviços de limpeza e principalmente que as ações de educação ambiental se estendam aos moradores das ruas adjacentes ao canal, já que estes também usufruem do espaço. “Tem 22 anos que vivo aqui no Tucunduba, agora eu posso dizer que eu moro no melhor lugar da Terra Firme. Aqui, mesmo que chova forte, a água escoa rápido. Eu sempre digo aqui para o povo que o governo e a prefeitura já fazem a parte deles, agora a gente tem que fazer a nossa parte, a gente tem que preservar isso aqui. Eu não tenho do que reclamar dessa gestão da prefeitura, o carro do lixo passa certinho aqui, eles limpam o canal, sempre vem gente aqui explicar sobre como organizar o lixo. Eu posso dizer que eu tenho orgulho de morar aqui”, afirmou.

Mais de 50 agentes da Sesan fizeram a manutenção e limpeza das margens do canal, mudas de árvores adequadas para o ecossistema local foram plantadas em parceria com Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio) e cerca de 300 casas foram visitadas pelos 15 educadores ambientais que fazem parte do Grupo de Trabalho em Educação Ambiental (GTEA) da secretaria.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Remanejamento da Sesan, Paulo Afonso dos Santos, a ação que também envolveu a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Urbanismo, foi uma atividade essencial para estabelecer contato com a comunidade e poder ouvir os moradores. “É muito importante esse tipo de ação.Isso traz a comunidade para perto da gestão.A gente faz os serviços necessários, possibilita a conscientização ambiental através do educadores do GTEA e também ouve os moradores, é necessário essa troca de informação. Nós da Sesan ficamos responsáveis pela limpeza do canal e por orientar a comunidade sobre as questões ambientais, principalmente sobre o manejo correto do lixo, mas o objetivo de todos os órgãos públicos envolvidos é o mesmo: preservação e manutenção das obras realizadas aqui no canal do Tucunduba”.

Texto: Maicon Gomes/Comus