Campanha de orientação a ciclistas e pedestres abre o Maio Amarelo em Belém

A abertura da programação do Maio Amarelo, de conscientização e prevenção de acidentes de trânsito, da Prefeitura de Belém, começou nesta sexta-feira, 13, na ciclofaixa que está sendo implantada na Avenida Almirante Tamandaré, na Cidade Velha. 

Agentes de Educação para o Trânsito da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) realizaram campanha de orientação a ciclistas e pedestres. Durante a ação, realizada de 7h às 9h, os ciclistas foram orientados a utilizar a ciclofaixa; e os pedestres, as calçadas.

A ciclofaixa que está sendo implantada na Avenida Tamandaré vai interligar a malha cicloviária do Portal da Amazônia até a ciclofaixa da Rua dos Mundurucus. A ciclorrota será inaugurada no próximo dia 29, domingo, com um passeio ciclístico que vai encerrar a programação do Maio Amarelo. Até o momento, já está pronto o trecho da avenida entre a Dr. Assis e Ângelo Custódio.

Durante a ação foram distribuídos materiais informativos, além de orientações para o uso da ciclofaixa e segurança viária.  A vendedora Karen Souza Maia aprovou a iniciativa. “É muito bom ter ações educativas, em todas as áreas, pois tem ciclista que não respeita e não usa a ciclofaixa e é importante ter essa conscientização”, disse. Ela disse que anda de bicicleta por toda a cidade e reforça a importância das faixas exclusivas para dar uma segurança a mais aos ciclistas. Mas ressaltou que ainda falta o respeito de alguns condutores. 

Já o vendedor Moisés Breno esquece de usar a ciclofaixa, quando está com pressa. Ele reconhece o risco para a sua segurança. Porém, considera importante as ações educativas da Prefeitura. “Seria bom que todos fizessem isso (pedalar na ciclofaixa) pra manter a segurança”.

“A ação visa orientar o ciclista para que tenham mais atenção no trânsito e utilizem corretamente a ciclofaixa, respeitando e obedecendo a sinalização. Estamos orientando também os pedestres, para que não caminhem na ciclofaixa e utilizem as calçadas para maior segurança. Assim um respeita o espaço do outro”, explicou a chefe da Divisão de Educação para o Trânsito da Semob, Tatiane Pinheiro.

Texto: Rosângela Gusmão

Foto: Ascom/Semob