O que você procura?

Prefeitura de Belém garante apoio ao Círio 70 de Nossa Senhora da Conceição em Outeiro

As homenagens à padreira do distrito de Outeiro, Nossa Senhora da Conceição, reuniu uma multidão na manhã deste domingo, 3. O 70º Círio da ilha contou com o apoio da Prefeitura de Belém com a participação de vários órgãos: Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), Secretaria Municipal de Saneamento, Defesa Civil e Guarda Municipal, para oferecer segurança e organização do trânsito para os romeiros renovarem sua fé com tranquilidade.

A Prefeitura também contribuiu com a prepararção da ilha para as festividades, realizando serviços de recapeamento asfáltico nas vias da comunidade Fidelis e da Rua Manoel Barata, principais corredores das procissões. Além disso, promoveu limpeza no Pistão, de onde retirou 37 carradas de entulho.

Maria Sinal de Esperança

Com o tema, Maria Sinal da Esperança, a principal procissão do Círio de Nossa Senhora da Conceição, com percurso de cinco quilômetros, saiu da igreja de São José, na localidade da Água Boa, em direção à paróquia da Imaculada Conceição, no bairro de São João Batista, percorrendo as principais ruas da ilha.

Segunda a organização da festa religiosa, cerca de 7 mil pessoas, entre moradores e visitantes, participaram das à Nossa senhora. Por onde a imagem da santa passava, os devotos a reverenciavam de várias forma. Uma delas e que ocorre há 30 anos é a dos capoeiristas de Outeiro, os quais se reúnem em frente a Igreja Matriz: toques de berimbau, atabaques e golpes da luta marcial africana foram as expressões que usaram para agradecer a Mãe de Deus.

“Para nós, educadores, praticantes da capoeira e devotos de Maria essa programação do círio de Nossa Senhora da Conceição é um momento especial e muito esperado. Estamos aqui para mostrar o que aprendemos e vivemos, porque para nós são bênçãos de Nossa Senhora, é a devoção do nosso jeito”, explicou mestre Paiva, morador da Ilha.

“Venho de Belém para o círio de Outeiro por tradição de família, começou com minha avó e hoje hoje trago a minha filha para vivenciar esse momento de renovação de fé para o ano seguinte, que começa colocando nossas esperanças aos pés de Nossa Senhora”, disse o romeiro Silvio Cunha.

Missa – O padre Ricardo Dias, pároco de Muaná, presidiu a missa de abertura da procissão e se emocionou com a fé do povo de Outeiro. “Essa é uma grande oportunidade para mim, porque eu nunca tinha participado desse círio, que estou aqui como convidado. É uma honra presidir a missa de saída da procissão e observo que a fé das pessoas é algo fantástico. Caminhar mais de cinco quilômetros no sol, só a fé em Nossa Senhora é responsável”.

Andreza Meireles faz parte da coordenação da Festa e trabalha no Círio há mais de 10 anos. Ela comemora o crescimento do número de devotos a cada ano. “A cada ano a gente vê que aumenta a devoção em Nossa Senhora da Conceição e o número de pessoas que preparam as homenagens nas portas das casas em forma de agradecer a ela é a prova disso, que nós move como participante. Esse momento é muito gratificante”.

Texto:

Márcia Lima