Estudantes de Belém têm gratuidade assegurada no transporte coletivo para a segunda prova do Enem

Neste domingo, 20, milhares de estudantes realizam as provas de matemática e ciências da natureza (biologia, física e química) no segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2023).

Como forma de garantir a participação dos alunos no exame, a Prefeitura de Belém, em parceria com o Governo do Estado disponibilizaram a catraca livre no transporte urbano coletivo para os estudantes, que precisaram apenas apresentar o cartão Passe Fácil de meia-passagem no momento do embarque.

Ajuda e incentivo

Para a dona de casa Vanessa Cristina Silvina,  41, ter a catraca livre trouxe alívio àqueles que têm dificuldade de conseguir o valor da passagem de ônibus.

“Esse valor pode ser pouco, mas às vezes as pessoas realmente não têm os R$ 8 reais (valor de ida e volta). Esse valor faz a diferença e fez pra gente”, definiu Vanessa.

Ela também contou, que juntamente com o filho, o estudante Emanuel Moraes, 20 anos,  tiveram facilidade para embarcar no ônibus para irem fazer a prova do Enem.  “Hoje eu vi bastante ônibus circulando. Tinha mais, foi mais rapido”, disse.

Alguns alunos chegaram mais cedo para evitar atrasos, como foi o caso da estudante Natália Veloso. Ela aguardou desde às 10h30 a abertura dos portões da Unama para realizar o Enem. “Na primeira prova quase me atrasei. Dessa vez saí mais cedo para pegar o ônibus”, contou.

O estudante Paulo Tarso também foi de ônibus de graça para fazer a prova na UFPA. “Bastou eu mostrar minha carteira, consegui vir sem problemas”, informou.

Fiscalização 

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) atuou na fiscalização do trânsito. Das 9h às 14 horas, a Semob deu apoio na realização do exame orientando e fiscalizando o trânsito. Viaturas com agentes de trânsito se posicionaram na Universidade Federal do Pará (UFPA), nos portões 1 e 3 e na avenida Perimetral com a rua Augusto Corrêa. 

A Semob disponibilizou equipes fixas e de ronda para orientar o trânsito nos trechos das avenidas Pedro Miranda e Alcindo Cacela, onde se localizam a Universidade da Amazônia (Unama), no Centro de Estudos Superiores do Pará (Cesep), e na rua dos Mundurucus com a rua dos Tupinambás, no acesso ao Colégio Ideal.

Também contaram com equipes da Semob no trecho das avenidas Pedro Miranda e Alcindo Cacela, próximos da Universidade da Amazônia (Unama) e no Centro de Estudos Superiores (Cesep), além da entrada do Colégio Ideal, que fica na rua dos Mundurucus com a rua dos Tupinambás. Os agentes de trânsito também fizeram rondas nos principais corredores de trânsito, onde havia locais de provas.

“Está bem calmo, como foi na prova passada do último domingo”, informou Sávio Duarte, inspetor de trânsito da Semob. A sua equipe se localizou na entrada da Unama Alcindo Cacela.

“O horário de pico é meio-dia, mas acaba rápido. Mesmo porque logo depois fecham as portas. Mas mesmo assim o trânsito tem fluído bem”, ressaltou o agente. Os portões dos locais de prova são fechados às 13 horas.

Segurança nos locais de prova

A Guarda Municipal de Belém (GMB) iniciou ações  às 7h deste domingo. A GMB usou o mesmo efetivo da primeira etapa: 230 guardas municipais dos grupamentos Operacional e Táticos, divididos em dois turnos e distribuídos em 25 locais de aplicação de provas, das redes de ensino municipais, estaduais, federais e particulares. Nas rondas no entorno e adjacências das escolas são 13 viaturas e 30 motocicletas.

Texto: Joyce Assunção

Colaboração: Leonardo Fernandes